Por que os cachorros uivam?


Por que os cães uivam?

Para compreendermos melhor por que o uivo do cachorro, devemos perceber que esse som nada mais é do que uma das formas da vocalização canina, assim como o latido ou o ganido.

Lógico, é bem desagradável ficar ouvindo um cao uivando a noite toda. No entanto, é preciso descobrir as causas desse comportamento e como resolvê-lo.

Se o seu cachorro não para de uivar, acompanhe o texto e veja nossas dicas para diminuir e até eliminar esse problema.

Cachorro uivando: o que fazer?

Ninguém quer um cachorro uivando a noite inteira. Portanto, uma boa dica é procurar, lentamente, ensiná-lo a substituir essas demonstrações vocais por outras mais silenciosas.

Para isso, ele deve ser recompensado quando não uivar, e repreendido quando estiver uivando.

Antes de começar o treino, no entanto, verifique as condições gerais de saúde do animal:

  • veja se o uivo não é uma reclamação de dor;
  • se ele não está com frio, fome ou medo (ou estresse);
  • se o local onde passa a maior parte do tempo é confortável;
  • se ele não adquiriu alguma parasitose ou doença.
Se ele estiver reclamando de alguma dor ou condição desagradável, nada vai fazê-lo deixar de uivar, porque os cachorros uivam quando sentem dor (é uma espécie de choro, principalmente entre cães adultos).

Mas se tudo estiver certo, você pode começar a ensiná-lo a evitar esse hábito.

Dicas práticas para o cachorro não uivar

Estabeleça alguns critérios para descobrir como impedir o uivo excessivo:

1) Veja se ele não apresenta algum desconforto físico e se todas as necessidades dele foram satisfeitas (comida, água, abrigo, vacinação, etc.);

2) Veja se ele não passa muito tempo amarrado ou encerrado em um lugar pequeno. Isso é desagradável pra ele. Animais encarcerados ficam rebeldes e barulhentos;

3) Veja se seu cachorrinho não está precisando de mais exercícios. Exercitá-lo o faz gastar energia. À noite ele estará mais propenso a dormir do que a fazer barulho;

4) Observe se não o está encorajando a uivar. Muitas vezes nós provocamos o uivo do cachorro com as nossas próprias atitudes. E não apenas o uivo, mas latidos e choro.

Isso acontece, por exemplo, quando encorajamos o filhote a latir e a uivar (porque é engraçado). Depois que cresce, ele continuará fazendo isso. E também quando aplaudimos ou recompensamos qualquer atitude errada do cachorro. Isso é quase como um adestramento ao contrário;

5) Observe se ele não sente falta de atividades ou brinquedos para passar o tempo.

Às vezes apenas alterando algumas dessas situações nós conseguimos fazê-lo diminuir os uivos.

5 Dicas para fazer o cachorro parar de uivar:

1) Exercite-o bastante. O cachorro deve passear com o dono, se for possível. Caso não seja, você deve brincar durante um tempo com ele, diminuindo o tédio que ele deve sentir.

Além disso, é importante escolher alguns brinquedos que sejam os preferidos dele, e deixá-lo brincar apenas no horário em que ele costuma uivar. Dessa forma, ele não vai enjoar deles.

Também é bom arranjar cordas grossas de algodão ou outra fibra natural para que ele morda bastante. Outra ideia é amarrar em um local fixo camisas velhas (de algodão), dando nós bem fortes, para ele puxar e rasgar. 

Esses são bons exercícios para quando não podemos estar com eles. Quando estiver por perto, recolha os brinquedos para que sejam sempre novidade;

2) Muitas vezes o uivo sinaliza um desconforto físico. Avalie a situação fazendo um exame rápido. Segure-o no colo (se for pequeno) ou deite-o de lado no chão. 

Aperte com firmeza as patinhas dele (sem machucar) e vá subindo até atingir o tronco. Faça isso em todas as patas.

Depois, pressione o pescoço e siga pressionando as costas, costelas e abdômen. Se ele sentir alguma dor, vai demonstrar.

Depois disso, verifique os dentes. Muitas vezes a dor de dente pode fazê-los uivar durante muito tempo; 

3) Se o cachorro está saudável, bem alimentado, bem hidratado, o uivo pode significar apenas tédio. 

Nesse caso, aposte em brinquedos interativos para cães. Esses acessórios são confeccionados para que o cachorro fique várias horas ocupado, acabando com o tédio.

Se você não dispõe de mais tempo para passar com seu mascote, invista nesses brinquedos, ou faça você mesmo alguns em casa. 

Por exemplo: uma simples garrafa pet com alguns grãos de ração ou biscoito dentro pode fazer o cachorro ficar entretido uma noite inteira. 

Faça alguns furinhos, de forma a que apenas alguns grãos de ração caiam, às vezes, quando o cachorro estiver mordendo a garrafa. Isso o deixa instigado e o faz ficar mordendo até conseguir tirar todos os grãos.

Também é possível fazer uma bolinha de meias velhas, por exemplo, e colocar alguns grãos de ração dentro. Ele vai ficar um tempão tentando tirar, esquecendo dos uivos.

É importante ensinar o cachorro a ficar sozinho sem latidos e uivos;

4) Mude o local da casinha. Às vezes o cachorro não gosta ou não quer ficar onde nós o colocamos, principalmente se estiver amarrado na coleira. 

Se a casinha estiver muito longe da família ele pode querer ficar mais próximo, e vai uivar por causa disso. Modifique o local e veja se ajuda;

5) Cães castrados diminuem os uivos causados por fêmeas no cio. A castração vai, inclusive, diminuir os latidos e choros do cachorro.

Embora não elimine ou modifique substancialmente as demais atitudes de um cachorro, a castração é um método eficaz de diminuir o excesso de latidos e uivos.


Coleira para cachorro parar de uivar

Uma das maneiras de impedir o uivo excessivo do cachorro é através de acessórios eletrônicos.

A coleira anti-latido é um dos exemplos. Existem 3 opções bem legais desse acessório:

1) coleira anti-latido eletrônica: essa coleira emite um sinal eletrônico quando o cachorro late ou uiva. Esse sinal eletrônico não é o mesmo que um choque elétrico.

O sinal eletrônico é aquele utilizado em aparelhos abdominais. Ele causa uma pequena contração na musculatura, o que assusta o cachorro e o faz parar de latir ou uivar.

O animal não é atingido por choques elétricos, não sofre, não sente dor. 

A coleira deve ser utilizada apenas nos momentos em que o cachorro não pode fazer barulho, e logo em seguida retirada, para que ele não se acostume;


2) coleira anti-latido ultrassônica: essa coleira dispara um sinal ultrassônico que apenas o cão consegue ouvir. Esse som é desagradável pra ele e serve como uma bronca.

Com o tempo, ele vai perceber que, ao latir ou uivar, o sinal é disparado, e vai perder o interesse em continuar agindo assim;

3) coleira anti-latido com repelente: esse é outro acessório que utiliza um método parecido com os anteriores.

Quando o cachorro começa a latir, uivar ou chorar, a coleira detecta a atitude e lança um pequeno jato de repelente canino no chão (uma essência de citronela).

O animal logo percebe que o barulho causa essa bronca, e para de uivar e latir.

É importante que ele utilize a coleira apenas nos momentos em que não pode latir; ela deve ser retirada logo em seguida, pra ele não acostumar;

Veja um vídeo de como funcionam essas coleiras anti-latido.

Porque os cachorros uivam quando ouvem musica

Existem algumas explicações sobre isso, mas não existe uma conclusão real.

Alguns acreditam que o animal pode perceber que a música é uma forma de diversão para as pessoas e queira, também, fazer parte da brincadeira.

Além disso, cães são animais extremamente sociáveis. Eles querem sempre fazer parte da matilha. Quando um cachorro ouve os outros latindo, ele pode querer acompanhar, mesmo sem saber o motivo.

Dessa forma, ao ouvir seus donos curtindo uma música, ele pode sentir vontade de "mostrar seus talentos", uivando.

Também é possível que determinadas músicas e notas musicais atraiam sua curiosidade, por causa da audição sensível. Ele talvez tente reproduzir aquele som através do uivo.

Mas é errado dizer que o som causa dor ao animal. Ao sentir algum desconforto no ouvido, o cachorro irá agir de forma totalmente diferente: ele vai sacudir a cabeça, tentar fechar os ouvidos com as patas, se esconder ou fugir. Dificilmente vai ficar uivando.

Esse deve ser o motivo porque os cachorros uivam quando ouvem musica do gas. Eles percebem que muitas pessoas saem à rua (os donos também, às vezes) para chamar o caminhão. Ele talvez queira participar.

Saiba um pouco mais sobre o uivo do cachorro

Alguns cães latem em excesso, outros uivam demais.

Entre os lobos, o uivo é uma forma muito eficiente de reunir a alcateia.

Embora lobos também sejam capazes de emitir outros sons, o uivo é uma ferramenta muito mais eficaz, por alcançar maiores distâncias.

Como o lobo se comporta como uma criatura social, em bandos de diversos indivíduos, às vezes é necessário enviar uma mensagem aos mais distantes.

Essa mensagem, mais aguda e alta, é ouvida a quilômetros, sendo respondida da mesma maneira pelos integrantes, que se unem em coro.

Por conhecerem a voz de todos os membros da mesma alcateia, os lobos conseguem descobrir se o som de resposta pertence a seus integrantes ou de lobos de outro grupo. Dessa forma conseguem descobrir se há rivais por perto, se o bando corre algum perigo, etc.

Quando o cachorro uiva

O que acontece é que os cães são descendentes diretos dos lobos, e como estes, guardam de herança alguns instintos em comum.

Com a domesticação e os cruzamentos sucessivos, os cães acabaram optando por uma vocalização quase exclusivamente através de latidos. Isso, no entanto, não os impede de terem capacidade de uivar.

As raças que mais vocalizam dessa forma são os Huskys, Malamute e Samoieda. No entanto, qualquer outra raça pode querer expressar-se dessa forma, se tiver motivos.

De qualquer forma, nem sempre o uivo está associado a problemas de origem física ou emocional.

Algumas vezes o uivo pode sinalizar o contentamento do cachorro, como quando o dono chega do trabalho, ou quando o animal percebe que está na hora do seu passeio.

Nesses casos o adestramento deve ser feito com cuidado, para não inibir as demonstrações sociais do cachorrinho, e não magoá-lo nos momentos em que demonstra felicidade.

Alguns cachorros podem ser mais teimosos do que outros, e terão mais dificuldade em obedecer ao adestramento.

Geralmente cães mais autoritários agem dessa forma. Eles são obstinados e sabem o que se espera deles, mas optam por não obedecer.

Não apenas uivam, latem, mas também podem atacar a lixeira, destruir móveis, rasgar tapetes e cortinas, fazer xixi e cocô dentro de casa e outras demonstrações de descontentamento.

Mais algumas dicas sobre o uivo excessivo

1) Uma dica bem útil é adquirir uma companhia para o cachorrinho. Cães que ganham um companheiro, até mesmo de outra espécie, como um gato, conseguem lidar com a solidão com maior facilidade.

Se você até se arrepia ao pensar na hipótese de adotar outro animal de estimação para fazer companhia, pense em comprar um bichinho de pelúcia para ele, de preferência que se pareça com um animal verdadeiro. Ele pode interagir com o brinquedo e esquecer da solidão.

2) Em bairros ou prédios em que existam muitos cachorros uivando, seu cachorrinho pode querer imitá-los. Nesse caso, outra dica importante é afastá-lo do barulho.

Na impossibilidade disso, ao menos entretê-lo com outra atividade, seja dando-lhe brinquedos e acessórios inteligentes, que o distrairão enquanto durar a bagunça lá fora ou brincando com ele até passar o barulho.

Enfim, seja por dor ou solidão, ou pela emoção, o fato é que o uivo insistente do cachorro, assim como seu latido, pode prejudicar as relações entre vizinhos, causando estremecimentos na rede social do bairro ou do prédio onde se vive.

O importante é descobrir a causa do comportamento do animal, para que ele não sofra com a raiva daqueles que não conseguem dormir por causa do barulho.

Última dica:

Desenvolvemos vários truques e macetes pra ensinar o cachorro a parar de latir em excesso. Além disso, temos diversos outros treinos pra corrigir aquelas manias chatas que alguns cães demonstram.

Acesse todo nosso material e descubra como é fácil "consertar" o cachorro.



Até Breve!