Como ensinar o cachorro

Ensinando comandos básicos 


Alguns truques básicos são divertidos de ensinar e praticar junto ao cão. 

No entanto, esses comandos são bastante úteis quando é necessária uma intervenção para acalmar o animal ou fazê-lo obedecer.

O ensinamento básico independe da idade do cachorro, ou mesmo da raça. Alguns pets irão aprender mais facilmente, outros talvez deem algum trabalho no início.


O segredo é a insistência no ensinamento, e a paciência que só o carinho pode trazer.

Pensando no adestramento do seu mascote, reunimos os 3 comandos básicos que todo o cachorro pode aprender facilmente, e algumas técnicas diversas que irão auxiliar esse treino.

Como ensinar o cachorro a dar a patinha

O cachorro não gosta que lhe seguremos as patas. Para o animal, essa atitude pode até ser considerada uma agressão, visto deixá-lo parcialmente indefeso. 

A confiança do cão no seu dono é fundamental para um bom resultado.

Reforço positivo - segure um grão da ração (ou outro petisco que ele goste) dentro da mão fechada, e aproxime do seu focinho. 

O cachorro irá sentir o cheiro do alimento e tentará lamber ou dar pequenas mordiscadas na mão, para abri-la.

Por último, ele irá colocar a patinha sobre a sua mão, nesse momento você deve abri-la e deixar que ele pegue o petisco.

O treino deve ser repetido várias vezes. A ideia é que o cão assimile o fato de que quando sua pata toca na mão do dono, ele ganha um petisco. 

Quando ele estiver mais consciente disso, o comando deve ser repetido verbalmente, dizendo-se "dá a pata", ou outra coisa similar.

Método tradicional - o método tradicional é mais simples, e deve ser utilizado quando o reforço positivo não funcionar.

Ele ocorre através do contato direto. O cão deve estar sentado e com a atenção no dono. 

Este irá pegar sua pata ao mesmo tempo em que diz o comando "dá a pata", ou algo similar. Ao soltá-la, lhe dará o petisco, ou o elogio.

Nesse caso, a repetição insistente é a chave do sucesso.


Como ensinar o cachorro a sentar

Para que o cãozinho sente, em obediência a um comando, ele deve compreender que a palavra tem um significado prático. 

Dessa forma não deve ser utilizada para castigos ou reprimendas, pois situações assim irão fazê-lo temer a obediência.

Reforço positivo - tenha um pouco de ração ou petisco dentro da mão fechada. Aproxime-a do cachorro, para que ele perceba o que tem dentro. 

Ato contínuo, leve a mão em direção a seu dorso, lentamente. O cão irá tentar acompanhar o movimento com a cabeça, e para fazê-lo ele irá sentar. 

Quando fizer isso, dê a recompensa. Utilize o comando "senta", ou outro similar.

Método tradicional - faça o cachorro prestar atenção em você. Para isso a utilização de brinquedos ou petiscos é o suficiente. 

Empurre o traseiro do animal, com delicadeza, até o chão, colocando-o na posição correta, enquanto o cachorro ouve o comando verbal "senta", ou equivalente.


Como ensinar o cachorro a deitar

O comando "deita" é ensinado logo depois do "senta", pois ambos se complementam. Ao conseguir ensinar o cachorro a sentar, metade do caminho já está feito.

Reforço positivo - o método segue a mesma lógica do comando "senta". Com o petisco na mão fechada, faça o cachorro farejá-lo. 

Logo em seguida, leve a mão até o nível do chão, lentamente. A ideia é que o cachorro acompanhe o movimento com a cabeça, sendo forçado a deitar-se. 

Use o comando "deita", ou similar. Nesse momento, dê o petisco a ele.

Método tradicional - logo que o animal aprender a sentar, empurre-o delicadamente até o chão, fazendo-o deitar-se. 

A palavra "deita", ou similar, deve ser dita nesse momento. Gratifique-o com petiscos.

A utilidade dos comandos

A educação do cachorro é muito importante para sua socialização.

Embora esses truques pareçam apenas atividades divertidas, eles são úteis em diversos momentos em que a necessidade de fazer o cão obedecer se apresente.

Um cachorro controlado e obediente torna mais fácil a convivência com as outras pessoas e, inclusive, outros animais.

Além disso, esses comandos são uma oportunidade muito apreciada pelo animal para demonstrar sua obediência ao dono, coisa que todo cachorro feliz gosta de fazer.

O importante é compreender que em nenhum momento há a necessidade de agir com violência ou de forma a amedrontar o bichinho, para que ele compreenda os comandos.

Um adestramento feito de forma carinhosa é muito mais eficiente, e estreita os laços de companheirismo entre o dono e seu mascote.


O adestramento de cães difíceis e teimosos

Não esqueça de procurar material de qualidade para que seu cachorro tenha saúde e se comporte devidamente.

Invista na educação do seu animal de estimação. Um cachorro comportado e saudável é a melhor companhia que você pode querer.

Neste artigo aqui nós explicamos como os melhores adestradores profissionais conseguem adestrar cães difíceis, teimosos e hostis. 

O segredo desses adestradores é iniciar um programa de adestramento voltado à educação canina, com objetivos claros para o animal.


Cachorros que latem excessivamente

Nesteartigo aqui, nós mostramos a você os riscos de ter em casa um cão que late sem parar, provocando problemas com a vizinhança inteira.

Conheça métodos e truques para diminuir esse barulho e pacificar os cachorros mais nervosos.


Até Breve!