Como fazer o cachorro parar de lamber?


Seu cachorro lambe demais?


A maneira mais óbvia que os animais de estimação têm para expressar carinho é lambendo. 

É dessa forma que eles demonstram confiança e obediência.

Além disso, através das lambidas eles interagem com o meio em que vivem e com os outros animais domésticos. 

É assim que eles podem descobrir informações preciosas sobre objetos e pessoas.


Lambidas caninas

A língua é um importante utensílio para os cães. E, quem sabe, ele gosta do sabor do seu dono?

No entanto, lambidas em excesso e insistentes podem se tornar incômodas.

Alguns cães exageram tanto que fica difícil aceitar esse comportamento insistente.

Há alguns animais que até desenvolvem a mania de perseguir o dono pelos cômodos da casa, lambendo-o o tempo todo. 

Não apenas o dono, mas os outros integrantes da família e, até, as visitas.


As lambidas no mundo canino

Pensando nisso, resolvemos escrever este texto, em complemento ao artigo Por que o cachorro lambe o dono?, apresentando algumas dicas para adestrá-lo e forçá-lo a diminuir esse comportamento.

Como já foi explicado no outro artigo, o cachorro demonstra sua submissão lambendo o líder da matilha. 

Nesse caso, se o seu dono mantém o posto, vai ser alvo constante de algumas lambidas.


Também deve ser notado que os filhotes de cachorro lambem o focinho da mãe para que esta regurgite a comida, e também como demonstração de apego e carinho.


Lamber não é um comportamento proibido entre os animais. Uma lambida mais forte da mãe no filhinho pode significar uma bronca carinhosa, no entender deste. 

Nesse caso ele deve deixar de fazer o que estava fazendo, antes de levar uma mordida leve.

Entre os cachorros selvagens, o cão alfa pode exigir respeito e submissão através de potentes mordidas. 

Logo após a bronca, o cachorro inferior o lambe, demonstrando que vai acatar suas ordens.


Lambidas excessivas

O problema é que alguns animais de estimação demonstram muita submissão. Isso pode caracterizar um cachorro tímido ou que foi amedrontado quando filhote.

É particularmente comum que cães adquiridos de uma loja apresentem essa atitude. 

Por serem criados longe da família, e por estarem expostos a um ambiente hostil (para eles), podem desenvolver uma grande inibição, o que os torna covardes.

Dessa forma irão procurar demonstrar sujeição a qualquer outro animal ou pessoa, lambendo em excesso e demonstrando que são pacíficos.


Adestrar o cachorro para não lamber

Para filhotes de cachorro o treino será mais fácil e rápido. 

O melhor é engajar a família toda nessa tarefa, pois se um membro acha engraçado o cachorro ficar lambendo as pessoas o tempo todo, o treino pode ser infrutífero.

Como sempre, é necessário que todos auxiliem, impedindo que o animal repita as atitudes consideradas indesejáveis.


Veja  5 dicas para o cachorro parar de lamber:

1) retire a mão (ou o pé, ou qualquer área exposta) de perto do animal sempre que ele começar a lamber;

2) vire-o para o outro lado, de costas, quando insistir nesse comportamento. O cachorro gosta de estar sempre de olho no dono. Ao agir assim, este demonstra o que o cão ganha ao desobedecer;

3) saia de perto. Afastando-se, o cachorrinho compreende a consequência da sua atitude. Ao repeti-la, ele vai ter noção de que o ato não é aceitável;

4) dê-lhe um brinquedo. O cachorrinho pode entender que sempre ao chegar perto do dono ele é recompensado. 

Nada mais justo. A recompensa é um brinquedo, que ele pode lamber à vontade, ou morder;

5) não grite nem bata no seu focinho. Alguns animais acreditam que se trata de uma brincadeira e isso piora seu comportamento. 

Dar qualquer atenção a ele, mesmo uma bronca, quando ele se comporta mal é encorajá-lo. Em outros casos, a violência ou os gritos podem assustá-lo, fazendo-o ficar ainda mais tímido e submisso.

Cachorros adultos que gostam de lamber

Em se tratando de cães mais velhos, o adestramento para que deixem de lamber as pessoas em excesso pode ser um pouco mais difícil. Mas nunca é impossível.

Animais domesticos que se habituaram a vida inteira a demonstrar afeto ou sujeição em demasia não compreendem por que suas atitudes não são mais aceitas.

Donos muito ocupados, que não têm tempo sobrando para dar atenção a seu mascote, podem aceitar esse comportamento simplesmente porque não conseguem adestrá-lo, já que sempre estão atarefados.

Um dia, cansados dessa perseguição, descobrem que não é um negócio muito agradável ser lambido o tempo todo. Daí é hora das broncas, das surras, das brigas.

O bichinho não irá compreender essa mudança de postura. E irá demonstrar com maior ênfase sua sujeição. Lambendo.

Pensando nisso, veja estas 5 dicas:

1) adestre o cachorro. Animais adultos, que nunca foram adestrados, podem aprender os truques básicos com alguma facilidade. Esses truques são importantes na hora de governá-los. 

2) ensine-o o valor da palavra "não", se não o fez quando ele era filhote. 

Fale baixo e devagar. Na ninhada, a mãe ensina que determinado comportamento é errado ao rosnar baixinho para a cria. Esta compreende na hora. 

Mesmo adulto o cão ainda guarda na memória esse aprendizado;

3) afaste seu focinho com firmeza, mas sem machucá-lo, nem fazendo parecer que é uma brincadeira. Você pode acompanhar esse gesto com a palavra "não", como dito antes.

4) caso ele esteja lambendo outra pessoa da família, ou uma visita, bata o pé no chão, para que ele olhe, e use novamente a palavra "não". 

Se não funcionar, utilize-se do item 3. Com o tempo o animal assimila a ideia, independente da idade.

5) em casos extremos, depois de testar tudo sem resultados satisfatórios, talvez seja necessário utilizar-se do famoso spray de água. 

Ao borrifá-lo no rosto do animal, este compreende que fez algo errado. É um recurso que deve ser utilizado por último. 

Alguns cães tímidos se inibem mais ainda depois dessa bronca, o que dificulta muito o adestramento. Deve-se verificar se vale a pena utilizar-se dessa estratégia ou não.


Faça o cachorro parar de lamber

Embora seja um comportamento desagradável quando excessivo, as lambidas podem significar mais do que isso.

Podem significar que algo assustou em demasia seu mascote, como um cachorro maior da vizinhança, algum vizinho mal-intencionado ou ruídos, como bombas, fogos ou trovões.

Nesse caso não basta tentar adestrá-lo. Deve-se procurar a raiz do problema para resolvê-lo antes de tudo. 

Compreenda que o cachorro ainda vai continuar lambendo depois de livre do incômodo, e esse é um comportamento residual, que deve ser tratado através do treino. 

Mas só depois de resolvidos os problemas.

Conheça, também, nossos cursos práticos, livros digitais e em vídeo!

  • Latidos excessivos em várias situações;
  • Cachorros agitados, que destroem a casa, os estofados, os móveis, cortinas, etc;
  • Cães com maus-hábitos: escavam jardins, atacam o lixo, comem as próprias fezes, não sabem onde fazer as necessidades;
  • Cachorros agressivos, que mordem o tempo todo, que não aceitam carinho.
  • Filhotes que não se acostumaram ainda com a casa, e que choram e uivam à noite.




Treinando da forma correta

Ao adestrar seu cachorro devidamente, você consegue erradicar a maioria dos hábitos errados do seu cãozinho.

Neste material aqui há dicas importantes sobre o adestramento de cães difíceis. É muito importante conhecer o segredo dos melhores adestradores profissionais e aplicá-lo a seu cachorro.



OUTROS ARTIGOS:



Por que o cachorro lambe a pata?

6 dicas para adestrar seu cachorro;

Como fazer o cachorro parar de morder