Meu cachorro não quer comer ração


Quando o cachorro nao come, o que ele tem?

A ração é a forma mais fácil de alimentar seu animal de estimação, hoje em dia.

É prática, fácil de ser dada a ele, e está sempre pronta para servir. A sua praticidade é a grande virtude hoje em dia.

Por isso, é chato quando o cachorro não quer comer nada. Isso dificulta sua manutenção.



Mas a verdade é que muita gente tem encontrado dificuldades para alimentar com a ração seu cachorro. Recebemos vários e-mails dizendo: meu cachorro não quer comer ração ou, simplesmente, meu cachorro não quer comer (o que é bem mais grave).

Em desespero, alguns donos pensam em cozinhar em casa a comida do seu mascote, mas isso não é tão simples assim.

Pense bem: fazer em casa uma refeição balanceada, com todos os nutrientes necessários, pode ser bastante difícil, complicado e demorado. 


Você terá que cozinhar ossos, carnes, miúdos, grãos e ainda suplementar com várias substâncias, pra ficar bem equilibrado.

Além disso, filhotes necessitam de uma alimentação especial, cães adultos de outro tipo, e idosos vão necessitar de certas substâncias específicas. É bem trabalhoso cozinhar em casa pro cachorro.

Pra finalizar, algumas raças têm carência de determinados nutrientes e podem apresentar deficiência se eles faltarem.

Portanto, se você pensa em fazer a própria ração pro seu cachorro, alimentação natural exigirá muito esforço. Pense em utilizar um guia com informações nutricionais, ver quais substâncias deverá acrescentar à comida e qual o valor calórico que o alimento deve respeitar.


Por que o meu cachorro não come ração?

Um grande problema é quando a repetição diária de uma ração, com o mesmo gosto e aparência, deixa o animal entediado, fazendo-o recusar a comida.

Nesse caso, devemos primeiramente descartar problemas relacionados à saúde. Problemas de saúde comuns podem fazer o cão recusar-se a se alimentar. 

Veja se a vacinação está completa e atualizada e se ele foi desverminado e não está com nenhum tipo de infestação ou parasitose.

Situações assim podem acabar com seu apetite.

Caso o animal esteja saudável, você poderá verificar outras hipóteses para a greve de fome.


Meu cachorro não quer comer ração e esta vomitando

Para animais que estejam demonstrando algum distúrbio de ordem física, como vômito, diarreia e falta de apetite, é muito importante verificar outros sintomas.

Além disso, é aconselhável lembrar onde seu cachorro andou passeando, se ele comeu alguma coisa que encontrou na grama, se ele se comportou de forma diferente antes e depois do passeio, ou antes e depois de ter interagido com outro animal.

Muitas vezes o cachorro adquire algum tipo de parasitose ao ingerir grama ou fezes de outros animais. E ele faz isso tão rapidamente que às vezes nem vemos o que ele comeu.

Também é possível adquirir parasitas e doenças de outros cães na hora em que ele brinca ou se relaciona com eles.

Por isso devemos ficar atento ao comportamento esquisito (como apatia e falta de apetite), pois isso pode indicar algum distúrbio mais grave.


Meu cachorro não quer comer ração, só comida

Dificuldades de comportamento, como o mau adestramento e os mimos excessivos, também ensinam o cão a agir dessa forma.

Se seu cachorro não está doente, não sofre de nenhuma condição de saúde que o faça perder o apetite, é bastante provável que algumas atitudes do dono o estão fazendo resistir à comida.

Se ele se recusa a comer, por exemplo, e você o tenta convencer com mimos, conversas e carinhos, ele aprende rapidamente que a recusa em se alimentar o faz ganhar a atenção do dono.


Meu cachorro não quer comer ração pura

Devemos compreender que o paladar do cão é bastante diversificado. Isso significa que ele pode se satisfazer com vários alimentos, desde frutas (que são adocicadas), até carne e ossos.

Tudo isso está na sua dieta com muita naturalidade. No mundo selvagem, o animal é, além de um caçador, um coletor de comida. 

Ele pode sair à cata de qualquer coisa que o satisfaça, e isso inclui raízes, folhas, frutos, fezes de outros animais e madeira, por exemplo.

A ração diária, igual em aparência e sabor, pode parecer muito tediosa a certos animais de estimação, principalmente àqueles que demonstram ter um apetite mais variado.

O cachorro pode achar chato o mesmo sabor todos os dias. Os cães mais exigentes podem recusar a refeição, já que sabem que não vai faltar comida no dia seguinte.

Eles não irão morrer de fome, e conhecem o próprio dono a ponto de saber que alguma coisa ele vai inventar para vê-los comerem outra vez. Sabem que o dono vai pensar o que misturar na ração para o cachorro comer.


Cachorro tem que comer quantas vezes por dia

Um cão adulto precisa se alimentar no mínimo 3 vezes por dia. Você pode aumentar essa quantidade, fracionando em mais vezes. Esse é o quanto de ração a dar para o cachorro.

O cachorro não deve comer tudo de uma vez, porque ele não vai conseguir absorver todos os nutrientes da ração. Mais tarde, ele pode ingerir as próprias fezes para suplementar o que faltou. Portanto, a alimentação do cachorro e a quantidade é um negócio importante.

Também pode acontecer da ração ficar muito tempo no pratinho, ficando seca e sem gosto. Várias vezes ouvimos dizer coisas assim: meu cachorro não quer comer ração seca.

Isso acontece porque a umidade natural do alimento é perdida pro ambiente, deixando a comida sem qualquer atrativo (cheiro e sabor).

Portanto, não deixe o prato cheio de ração para seu mascote; fracione em várias vezes, pra que ele aproveite da forma correta. Dessa forma, você vai alimentar o cachorro quantas vezes for necessário, mas sem exceder o limite, de acordo com o peso, idade, raça e porte.


O que misturar na ração para o cachorro comer

No nosso outro artigo Como fazer o cachorro comer ração, damos algumas dicas para você realçar o sabor do alimento, de forma a que seu cachorro volte a se sentir atraído por ele.

Pequenos truques, como colocar um pouquinho de água morna, para fazer o aroma se desprender novamente, ou algumas gotas de iogurte e azeite de oliva, podem dar um bom resultado. 

Posteriormente, o dono deve fazer o inverso, ir diminuindo a quantidade dessas substâncias, de forma a que o cachorro se habitue a degustar o alimento da forma como ele sai do pacote.

Nem sempre, no entanto, isso vai gerar resultados positivos. Alguns animais são mais obstinados do que os outros, e a teimosia costuma dar resultado, para eles.

O que o dono pode tentar, nesses casos, é a mudança no sabor da ração.

Deve-se lembrar, no entanto, que, devido a alguns problemas de saúde, alguns cães têm uma dieta mais restritiva do que outros. 

Por isso há no mercado rações com menor adição de sal, e outras com nutrientes funcionais para condições clínicas dos bichinhos.

Se o cachorro deve evitar o excesso de sal, ou se alimentar de rações com acréscimo de determinadas substâncias e vitaminas, não é aconselhado a mudança no tipo do alimento, embora possa ser mudado o sabor.

O supermercado oferece, hoje em dia, diversas marcas e sabores, além de texturas e aromas, que podem fazer o cachorro não sentir tanto tédio na hora de se alimentar.

A mudança diária, ou a cada 2 ou três dias, do sabor da ração, pode surtir efeito no apetite canino.

Na prática, significa escolher uma ração com sabor de fígado, por exemplo, outra com sabor de galinha e outra de frutos do mar, alternando-as de vez em quando, para que o bichinho não se canse da mesmice.

Outra dica é evitar as rações muito coloridas, que apresentam excesso de adição de corantes artificiais, que podem causar alergia no cão, além de não beneficiá-lo de maneira alguma.

E, de qualquer forma, o animal não enxerga as cores da mesma forma como nós as enxergamos (dê uma olhadinha no nosso artigo Como o cachorro enxerga). A ração colorida serve mais para chamar a atenção do dono do que do cão.

Meu cachorro não quer comer nada

Para animais mais exigentes ainda, nossa outra dica pode também ser encontrada no artigo Como fazer o cachorro comer ração.

A ideia é adicionar ao alimento comum um pouco daquela ração vendida em latinhas, que é uma espécie de patê. Por ser úmida e saborosa para o cachorro, ela pode ser misturada em sua comida normal, de maneira a que ele a ache mais apetitosa. 

Deve ser retirada aos poucos, até o cachorro se habituar novamente à dieta cotidiana.

Estimule o cachorro a comer

Pode parecer engraçado que um animal como o cão deva ser estimulado a se alimentar. Mas alguns cães precisam disso.

A ideia é fazer do momento de comer uma hora divertida, elogiando o cãozinho quando ele come direito e concedendo-lhe mais atenção.

O dono pode aproveitar o momento para ensinar-lhe comandos, premiando-o com a comida. Alguns cães se sentem felizes de obedecer direitinho às ordens e acreditam que a ração é realmente seu prêmio.

No entanto, os elogios devem cessar se ele não comer a comida, e o cachorro deve ter diminuída a atenção do dono, se não aceitar se alimentar devidamente.

Como vemos, existem várias técnicas e maneiras de fazer o cachorro comer a ração. O ideal é testar até encontrar a que mais se adapte ao animal e ao estilo de vida do dono.


Quer ter sucesso com o seu cachorro? 

Quer que ele se torne cada vez melhor e mais confiável? Criar um cachorrinho com sucesso não significa apenas dar água, comida e levar pra passear de vez em quando. 

Para ter sucesso verdadeiro, você precisa se perguntar se seu mascote é apreciado pelas outras pessoas, é dócil e carinhoso, não é agressivo demais e se você poderia confiar nele de olhos fechados. 

Pergunte-se se o seu cachorro respeita limites e respeita a família inteira e a casa onde vive. 

Não se desespere se a resposta for "não". Temos uma coleção de artigos que vão ajudar você a resolver seus problemas. Pesquise no blog! 

E se a situação for muito séria, temos vários cursos bem práticos, apenas pra resolver aqueles probleminhas mais chatos. Clique aqui e saiba um pouquinho mais.