Cachorros idosos - adestramento


Adestrando cachorros idosos


Um dos maiores mitos sobre adestramento de cães é a idade do cachorro. 

Não são poucas as pessoas que acreditam que nossos animais de estimação, por já serem um tanto velhos, não aprenderão truques ou ordens. 

Logicamente, existem raças que terão maiores facilidades de adestramento, em comparação a outras.

Mas mesmo filhotes podem apresentar alguma dificuldade. Por causa disso, o adestramento deve ser orientado para cada caso.

Uma vez que cada animal tem sua própria personalidade, o treino deve ser diferente, dependendo da característica do cachorrinho

É muito importante planejar um programa de treinos específicos para cada temperamento de cachorro, conforme vimos neste artigo aqui.


Cachorros velhos não aprendem truques novos

Obviamente isso é um mito. Animais idosos também conseguem aprender truques e comandos.

Acreditar que o cachorro não tem jeito é colocar pouca fé no seu mascote.

Como resultado, você irá aceitar atitudes erradas, como revirar as plantas do jardim, roer móveis, rasgar o lixo, fazer suas necessidades em lugares errados, atacar as visitas, latir o tempo todo, etc.

Na verdade, nada impede um cachorro mais idoso de aprender comandos básicos de educação. 

De fato, um cachorro que passou um longo tempo na companhia do mesmo dono está mais sujeito a respeitá-lo e obedecer suas ordens do que um cão mais novo. 

Mas para isso deve haver confiança e respeito de ambas as partes. 

Ameaças e xingamentos 

Animais que agem de forma errada costumam ouvir ameaças e estão sempre desconfiados dos membros da família, que brigam, xingam e falam alto quando eles não se comportam direito. 

Ora, o cachorro não compreende nossa linguagem. Ele apenas percebe que estão ralhando com ele, sem conseguir descobrir por que motivo. 

Essa situação é complicada para o animal, pois ele nunca foi adestrado a fazer as coisas corretas, mas sempre foi xingado por fazê-las errado. 

Cachorros velhos 

Ao chegar a uma determinada idade, todos parecem desistir dele, já que “é velho demais para aprender alguma coisa”. 
Desistir dos animais enquanto eles ainda estão vivos e ativos é uma atitude bastante triste. 

Isso significa que eles irão conviver pelo resto da vida com sua desaprovação, sem poder fazer nada para mudá-la. 

Pior ainda, cães mais velhos precisam de estímulos diferentes para continuarem saudáveis.

Ensinamentos simples, como os comandos mais básicos, podem fazer maravilhas no seu comportamento, sem a necessidade de grandes sacrifícios. 

Na verdade, o cachorro espera ansiosamente demonstrar obediência ao dono, mas precisa ter a oportunidade de fazê-lo. 

Essa oportunidade pode estar presente no adestramento de cães.

Além de manter a mente do animal ativa, adestrá-lo pode resolver muitos problemas de relacionamento entre cão e dono. 

Dificuldades do animal idoso 

A dificuldade que um animal idoso mais irá enfrentar está relacionada a sua saúde, e não a sua capacidade de aprendizado. 

Ao cachorro mais velho devem ser evitados os comandos que exijam maior esforço físico.

Evita-se, portanto, o circuito de corridas, saltos e obstáculos. 

Mas nada impede o ensinamento de comandos de obediência e respeito. Esses são essenciais na vida de um cão, independente da idade.

Truques novos para cachorros velhos

Cachorros mais idosos não têm qualquer dificuldade de aprendizado nesse campo.

Por se tratarem de ordens simples, a repetição é suficiente para que a ordem seja aprendida. 

Como são recompensados ao final de cada execução perfeita, tudo vira uma grande brincadeira, o que é ainda benéfico para a interação entre ambos. 
Já para cães desobedientes, que passaram a vida toda repetindo padrões de comportamento errados, a ordem “não” é imprescindível.

É através desse ensinamento que o dono consegue demonstrar ao cão o que ele “não deve fazer”. 

Quando bem ensinado, o cachorro mudará completamente suas atitudes, “pensando” antes de agir, em um primeiro momento, e “deixando de agir”, quando tiver certeza do que deve ser feito. 

De certa forma isso tira um peso dos ombros do animal, que antes ouvia as admoestações do dono sem saber por quê, e agora ao menos saberá o motivo da censura. 

Cães teimosos 

Muitos cachorros, embora aprendam corretamente o que lhes é ensinado, optam por não aceitar. 

Por serem idosos, as pessoas podem acreditar que o treino “não lhes entra mais na cabeça”, o que é um erro. 


Acontece que, semelhantemente aos humanos, alguns animais têm a personalidade mais forte, o que deve ser levado em consideração no momento de iniciar um programa de adestramento. 

Nesses casos deve se alternar a forma como o treino é realizado.

Alguns animais respondem muito bem ao reforço positivo, que funciona convidando o cão a agir de uma certa forma, e recompensando-o por isso.

Outros animais irão responder melhor ao treino tradicional, que é fazê-lo agir como se espera, e recompensá-lo depois. 

Cães com personalidade forte podem ser convencidos, se o dono insistir e mantiver a postura firme. 

Esses treinos serão especialmente necessários aos cachorros dominantes, que assim terão a oportunidade de aceitar o comando do “chefe da matilha”, o dono.

Benefícios do treino 

Quando o cachorro e seu dono estiverem ambos adestrados, ou seja, quando o dono compreender o que pode exigir do cachorro, e este obedecer facilmente às ordens, consideramos o treino bem executado. 

Isso significa que uma palavra é suficiente para fazer o cachorro cessar com um comportamento inaceitável; um olhar já o faz compreender o que se espera dele; um estalar de dedos o mantém alerta e comportado. 

Como se vê, não se trata apenas de truques para divertir a família, mas de comandos úteis e eficientes para os momentos necessários. 

Onde utilizar os comandos de adestramento 

Quando levamos nosso mascote para o passeio e existem cachorros desconhecidos na área, comandos de obediência podem ser indispensáveis. 

Muitos donos deixam seus animais de estimação soltos em praças e parques, mesmo quando se trata de cachorros ferozes ou antissociais. 

Conseguir manter seu cachorro junto, nessas horas, é muito importante. 

Além disso, cães obedientes irão evitar ingerir porcarias encontradas no chão durante o passeio; também não puxarão a guia e nem irão arrastr o dono.

Por fim, cachorros obedientes não latirão para outros cães, evitando confrontos.

Como se vê, é possível ensinar novos truques para cachorros velhos. Basta um pouquinho de paciência e boa vontade.

O adestramento de cães difíceis e teimosos

Não esqueça de procurar material de qualidade para que seu cachorro tenha saúde e se comporte devidamente.

Invista na educação do seu animal de estimação. Um cachorro comportado e saudável é a melhor companhia que você pode querer.

Neste artigo aqui nós explicamos como os melhores adestradores profissionais conseguem adestrar cães difíceis, teimosos e hostis. 

O segredo desses adestradores é iniciar um programa de adestramento voltado à educação canina, com objetivos claros para o animal.


Cachorros que latem excessivamente

Neste artigo aqui, nós mostramos a você os riscos de ter em casa um cão que late sem parar, provocando problemas com a vizinhança inteira.

Conheça métodos e truques para diminuir esse barulho e pacificar os cachorros mais nervosos.


Até Breve!