Cachorros difíceis e teimosos, cães que não aceitam o adestramento

Adestramento de Cães - Cachorros que não querem ser adestrados


Alguns cachorros não aceitam ser adestrados, principalmente aqueles de raças mais dificeis de adestrar. Eles não compreendem a intenção do dono, então rebelam-se.

cães mais teimosos ou preguiçosos, que farão de tudo para evitar aprender novos comandos ou mesmo o treinamento mais básico.



A intenção deles é sabotar as aulas e fazer você desistir de ensiná-los. Se o plano der certo, em pouco tempo você terá um cachorro obstinado, rabugento e chato em casa, e isso não é uma coisa muito engraçada.


Esqueça o adestramento!

Por esse motivo, aconselhamos as pessoas a esquecerem métodos tradicionais de adestramento e a se concentrarem na modificação de algumas atitudes erradas do cachorro, substituindo-as por outras menos chatas.

Dessa forma, o cachorro aprende a alterar seus hábitos sem ser necessário adestrar (que geralmente é um negócio chato, demorado e nem sempre eficaz).




Ensine a fazer as necessidades no lugar certo

A primeira lição que você dará ao filhote é demonstrar o local certo pra fazer as necessidades.

Mesmo o filhote teimoso deve conseguir aprender isso sem grandes dificuldades.

É fácil convencer o animal onde o xixi e o cocô devem ser feitos. Existem vários truques bem simples, que não exigem adestramento.

Com o tempo, você deverá ensinar outras lições, principalmente de comportamento, como não latir em excesso, não morder o tempo todo e deixar de destruir a casa.

O próximo ensinamento (em se tratando de filhotes) será o choro noturno e insistente e o sentimento de abandono que ele demonstra ao ficar sozinho.

Cachorro teimoso: o que fazer?

Vamos esclarecer algumas dúvidas e depois vamos explicar passo a passo como iniciar e como desenvolver seu programa para adestrar o cachorro.

É muito importante que o dono aprenda alguns truques e macetes e os aplique no dia a dia com seu cão.

Você deve iniciar o mais rápido possível, antes que algumas atitudes se tornem permanentes.

Dê uma olhada neste vídeo e compreenda a importância de saber transformar algumas atitudes chatas, simplesmente substituindo-as por outras.

Assista o vídeo abaixo:




Não se desespere, caso seu mascote seja muito teimoso. Mesmo cães que aprenderam tudo errado, ou que se tornaram rabugentos, ou que procuram atacar você, ou até mesmo se revoltam contra tudo, podem ser adestrados.

Quando o cachorro não obedece

Existem ensinamentos que todo animal deve saber, e que fazem parte do aprendizado mais inicial ao qual um cachorrinho deve ter contato. E isso ainda nos seus primeiros meses de vida.

Esses ensinamentos são:

1) Como aprender a fazer o xixi e o cocô no lugar certo;

2) Como se comportar quando fica sozinho;

3) Não ingerir fezes (coprofagia);

4) Como fazer o cachorro não fugir de casa, toda a vez que a porta ou o portão estão abertos;

5) Como ensiná-lo a não latir em excesso;

6) Não revirar o lixo;

7) Não destruir as plantas, os vasos, hortas e canteiros;

8) Não morder o tempo todo;

9) Se comportar como civilizado durante o passeio;

10) Não destruir o estofado, chinelos, travesseiros.

Perceba que muito do comportamento incômodo, que tira o sono do dono, pode ser diminuído ou até mesmo erradicado, se você ensinar ao cão o que deve ser feito.



E você pode fazer isso até mesmo com truques e macetes, muitas vezes SEM ADESTRAMENTO.


Raça de cachorro mais desobediente

Alguns cães são realmente mais teimosos do que outros, e isso nem sempre tem a ver com sua personalidade, mas com sua raça.

Existem raças que são mais teimosas e que podem se recusar a obedecer.

1) Chow-Chow - este é um cachorro temperamental que, apesar da aparência de ursinho de pelúcia, era utilizado como cão de guarda. 

É possessivo, voluntarioso e obstinado. Quando resolve fazer algo, dificilmente é convencido a parar.

Auto-determinado, ele pode exercitar ao máximo a paciência do dono, fazendo-o desistir do adestramento.

2) Basenji - o Basenji é uma raça pouco conhecida no Brasil. 

É um cachorro de trabalho, sendo muito utilizado no campo e, principalmente, em atividades de caça. 

Sua grande característica é que ele não late. É um cão silencioso.

Por ser uma raça de trabalho, ele pode tomar decisões sozinho, demonstrando muita independência e pouca vontade de obedecer o dono.

3) Pequinês - Este é um cachorro teimoso e muito hostil, se não for docilizado desde pequeno. Por ser voluntarioso, o Pequinês não aceita, muitas vezes, a vontade do dono.

Além disso, ele pode se sentir desafiado quando passa pelo adestramento básico. 

Uma forma de lidar com ele é premiando-o quando agir certo, e ignorando-o quando agir errado.

Por ser um cão de companhia, ele tem a tendência a ser mais ciumento do que outros cães. Isso deve ser tratado desde pequeno, socializando-o com outras pessoas e animais.

4) Dachshund - O famoso linguicinha. Ele não demonstra tanta hostilidade para com o dono, mas é uma das raças mais brabas de cachorro. 

Junto com o Pinscher, ele divide a liderança na quantidade de mordidas. 

Embora dificilmente ataque o próprio dono, ele pode se revoltar e agredir pessoas desconhecidas ou amigos da família, talvez até por ciúmes.

É um animal que precisa de desafios e muito entretenimento, pois tem muita energia pra gastar. Depois de se divertir bastante, ele costuma estar apto a aprender alguns truques.

5) Beagle - Este é um cachorro que nunca amadurece. Ele vai ser sempre um crianção. Sua teimosia não tem nada de hostilidade ou agressividade. 

Ele é teimoso porque prefere fazer qualquer outra coisa em vez de aprender.

Como adora a companhia do dono, ele vai ficar em volta o tempo todo, mas vai se esquivar quando o assunto for o adestramento.

O dono consegue fazê-lo prestar atenção às lições se conseguir fazer isso de forma divertida.

É necessário uma boa dose de paciência, porque ele perde o foco com facilidade. No entanto, se estiver prestando atenção, ele vai conseguir aprender bastante coisa.


Utilizando truques, em vez de adestramento

É muito importante que você consiga corrigir o comportamento chato do seu cachorro antes dele se tornar recorrente e enraizado no animal.

É mais fácil ensinar quando ele ainda não se sentiu gratificado pelo comportamento ruim. Isso significa que ele não recebeu comida depois de latir em excesso, por exemplo, ou não foi pego no colo depois de atacar as visitas.

Quando você o recompensa, alimentando-o depois de seu comportamento errado, ou acariciando e pegando no colo depois dele atacar alguém, ele entende que suas atitudes estavam corretas. Isso o faz continuar agindo errado.


O ensinamento básico de cães

Além desses itens que mencionamos, o cachorro também deve aprender:

1) A não atacar os móveis da casa; 

2) A não comer fezes próprias ou de outros animais; 

4) A não roubar comida; 

5) A não rasgar roupas e cortinas.

E várias outras situações. 


Truques, dicas e macetes

Fazer o cãozinho se comportar como queremos é fácil. E muitas vezes é rápido e simples.

Não é um bicho de sete cabeças. Não é algo do outro mundo. Seu cachorro quer fazer tudo certinho, mas talvez ainda não saiba como. Mostre a ele.


Busque informações válidas e ensine seu cachorro

Quando amamos nossos animais de estimação, não nos preocupamos "apenas" com a ração, ou com a caminha onde ele vai dormir. Nossa preocupação deve ir além.

O cão deve ser a alegria da casa. Ele tem que saber que foi acolhido naquela família. Deve saber respeitar os horários e os costumes da casa. E se sentirá feliz por estar em acordo com o dono.

Ensiná-los é o melhor que podemos fazer por nossos mascotes. Eles serão mais felizes e se sentirão recompensados por perceberem nossa aceitação.

Até Breve!